Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Gata Christie



Domingo, 18.09.16

Ainda a arrumar os livros na estante

20160909_103706.jpg

Leituras boas das férias:

Gostei mesmo muito de ler Índice Médio de Felicidade, de David Machado, e já estou a pensar em ler outros livros deste autor. Um homem fica desempregado e vê a sua vida a desmoronar-se - a mulher afasta-se, vê-se obrigado a entregar a casa ao banco e passa a viver no carro, tudo lhe acontece, e, no meio deste caos, ao mesmo tempo que tenta centrar os seus esforços em arranjar um emprego e voltar à sua vida normal, passa o tempo a ajudar amigos - um amigo está preso, outro vive há anos sem sair de casa -, os filhos dos amigos e até desconhecidos, numa série de aventuras que têm tanto de improvável quanto de tocante. Apesar de todas terem a sua dose de loucura, é impossível não nos envolvermos com aquelas personagens. 

O livro de Manuel Jorge Marmelo, Macaco Infinito, é bastante perturbador, desde logo pela comparação entre o macaco e o escravo (o negro, para dizer as coisas como elas são). Trata-se de uma viagem ao submundo - um prédio numa cidade contemporânea, portuguesa, que funciona como bar e hotel de prostituição, ali vivem as prostitutas e os empregados do estabelecimento, todos sob o controlo de um patrão obsessivo e que trata o seu principal escravo, um refugiado africano, com requintes de malvadez, obrigando-o, por exemplo, a escrever à máquina, aleatoriamente, para tentar comprovar o Teorema do Macaco Infinito. Até ao dia em que. Marmelo explicou numa entrevista que se trata de uma reflexão sobre o processo de escrita, mas para mim este é mais um livro sobre a submissão. E sobre a Europa. E sobre estes dias terríveis que vivemos. E lê-se com um constante nó no estômago.

Um Postal de Detroit, de João Ricardo Pedro, não é um mau livro mas deixa-nos com um certo sabor a desilusão. A história promete muito mas, apesar de haver passagens muito boas, parece-me que o autor fica enredado na sua própria escrita e na miríade de personagens que vão aparecendo e desaparecendo - tantas personagens mas com uma voz única, a voz do narrador, que se sobrepõe a todas. É um livro onde a carpintaria da escrita está demasiado visível, é quase possível sentir como cada parágrafo foi trabalho e retrabalhado (as repetições, as enumerações, as descrições exaustivas, os encadeamentos). Falta agora ao autor aprender a fazer o percurso inverso e a, depois de todo esse trabalho de construção, conseguir desaparecer por entre as páginas (que é o que, por exemplo, David Machado faz tão bem).

Deixem-me agora ser um bocadinho vaidosa. De António Prata falei em 2009 - aqui e aqui. Tanto tempo depois, são finalmente editadas em Portugal algumas das suas crónicas. O livro chama-se Meio Intelectual, Meio de Esquerda, expressão retirada da sua crónica mais conhecida. Há uns textos melhores, outros piores, que é difícil ser brilhante todos os dias, mas de uma maneira geral este é um livro para ler com um sorriso no rosto e, aqui e ali, uma ou outra gargalhada. Até porque ele tem uma grande capacidade para brincar com os preconceitos e os clichés de uma certa classe média culta e com pretensões - a sua classe.

Finalmente, M Train, de Patti Smith. Tentei lê-lo em inglês e fui quase até meio, estava a gostar mas achei que não estava a compreender tudo o que lia e que, sendo assim, mais valia parar. Depois de ter gostado tanto do Apenas Miúdos, seria uma pena não dedicar toda a atenção possível a este livro. Interrompi, passei a outro, mas vou tentar arranjar a edição portuguesa. Ela merece que a gente a leia por inteiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Gata às 22:53


3 comentários

De Inês a 19.09.2016 às 08:36

O Postal de Detroit também foi, para mim, uma desilusão... o primeiro romance do autor é muito bom.
O David Machado também é fantástico nos seus livros para crianças.
Por fim, também me apaixonei pela escrita de Patti Smith no Apenas Miúdos e pela pessoa em si... é incrível como conseguiu manter-se sã naquele mundo tão louco.

De the book keeper a 19.09.2016 às 18:21

Fique super curiosa com o Macaco Infinito! Obrigada pela recomendação :)

De Anónimo a 19.09.2016 às 21:05

Muito Interssante. Veja também:
https://producaoindustrialblog.wordpress.com/

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog