Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Gata Christie



Quarta-feira, 19.03.14

Desdia do pai

Gostava de ter sabido escolher melhor o pai dos meus filhos.

Não sei se algum dia me irei perdoar.

Espero que eles me (lhe) possam perdoar.

(e nem adianta virem aqui dizer que a culpa não é minha e que blá blá blá não podia ter feito nada para o evitar. eu sei isso tudo. e já andámos por aí na terapia. mas daquilo que sei àquilo que sinto vai uma distância enorme. e o que sinto é isto. falhei. e não tenho maneira de o emendar. apenas posso tentar remendá-lo.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 09:39


5 comentários

De Anónimo a 19.03.2014 às 14:09

És uma óptima mãe e agora também pai. Não há nada a lamentar, só a celebrar. Um grande beijinho

De Irene a 20.03.2014 às 05:10

Olá!

Passo por aqui todos os dias, comento hoje pela primeira vez porque me tocou o que escreveu, porque, tal como você também não acho que tenha escolhido bem o pai dos meus filhos. Com uma diferença: não me arrependo, apesar da minha vida ter sido uma imensa luta porque ele não ajuda em nada, (tive que emigrar e encontro-me neste momento a dar aulas no estrangeiro), adoro os meus filhos. Não falhámos, decidimos com o que sabíamos na altura, quem falhou e quem não merece são eles, os pais biológicos.

De Dina a 20.03.2014 às 15:47

Esse é um ponto em que já me detive e hoje acredito que não há escolhas erradas - os meus maravilhosos filhos não seriam quem são se o pai deles fosse outro. E o meu filho mais velho leva muito a mal que critique o pai dele. Fica mesmo, mesmo triste. Beijinhos. Tudo passa, o tempo leva e, sim, o que a gente não pode resolver a vida resolve sozinha.

De Joana a 24.03.2014 às 14:41

Eu costumo dizer que as coisas acontecem porque têm de acontecer. Acho que dá jeito e faz-me sentir melhor se pensar assim. Quanto à escolha do pai dos nossos filhos...Também eu gostava e também eu vou fazendo os "remendos" possiveis.

De Rita a 24.03.2014 às 23:40

entendo-te... tão bem, infelizmente. mas sabes que com o tempo essa culpa passa, acredita. beijo aos 3.

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog