Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Gata Christie



Sexta-feira, 18.11.16

Do voyeurismo

Sempre que há um post mais partilhado e que há pessoas novas a virem ler este blogue é certo e sabido que a busca mais popular por aqui é com a tag "divórcio". Ninguém se interessa pelo que tenho a dizer sobre política nem quer saber das minhas considerações sobre teatro, nem sequer o facto de falar dos meus filhos é assim tão apelativo. Não há nada mais interessante do que o sofrimento dos outros. Tal e qual como quando abrandam na estrada para ver um acidente, as pessoas chegam aqui e vão à procura de sangue. Ou de pormenores sórdidos. Ou de lamúrias. Ou de ódio.

Imagino que fiquem bastante desiludidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Gata às 10:52


8 comentários

De CD a 18.11.2016 às 11:46

Outra análise possível é que procurem ler algo que lhes permita identificar, o sentimento que sentem, nos outros...

De Agridoce a 18.11.2016 às 11:58

Olha, agora sinto-me em falta!... Ando por aqui há tanto tempo e nunca me deu para isso!... Desculpa, sim?

De vanita a 18.11.2016 às 14:21

Apaga a tag. Acaba a novela ;)

De Anónimo a 18.11.2016 às 14:57

Eu por acaso já a sigo há alguns anos. Absolutamente por coincidência, há coisa de 2 dias fui ler um texto particular sob o tag de "divórcio" não por voyeurismo (acho eu...) mas porque acho q está particularmente bem escrito, e se aplica a muitas outras coisas para além da vida conjugal.

De Rita a 18.11.2016 às 18:50

Também pode ser porque há poucos textos sobre o divórcio na blogosfera. Sangue e lavar de roupa suja ficam para as revistas cor-de-rosa, imagino. Nos blogs é sempre tudo maravilhoso. Onde anda a realidade intermédia? Gostava de ler bons textos, de pessoas que escrevem bem e que me parecem sensatas, não por voyeurismo... mas exactamente pelo mesmo motivo que me leva a ler outras coisas: para me confrontar com vivências e opiniões diferentes das minhas, talvez não tanto sobre o divórcio, mas sobre a problemática das responsabilidades parentais... Se na blogosfera se discutem tantos temas, por que razão parece haver um certo tabu em relação a este?

Acabei de me lembrar... acho que a única vez que vez que comentei este blog, foi exatamente num post sobre o divórcio! :)

De scbarros a 19.11.2016 às 01:00

Gosto da música, do teatro, das férias, dos fins de semana.... parece-me tudo tão normal que podia ser na minha casa excepto o divórcio. Sou casada e feliz com o meu casamento. Fiquei curiosa, vou ver essa tá.

De josé a 24.11.2016 às 16:33

não é voyeurismo, é as pessoas quererem ter referências, talvez por passarem pelo mesmo. tu é que pareces estar muito estigmatizada pelo assunto. se não te queres expor, acaba com a tag e não fales nisso.
eu tenho um divorcio recente e, obviamente, tenho interesse na temática. mas para divórcios chega-me o meu, não preciso do divórcio dos outros para nada.

De Anónimo a 14.12.2016 às 10:51

Eu sigo este blog há uns anos e francamente é o único que me enche as medidas.
Foi através deste que fiquei a conhecer outros mais badalados como o do "Cocó na fralda", por exemplo.
Não creio que a temática sobre o divórcio tenha mais visualizações pela procura de "sangue e escandaleira picante". Quem procura esta temática, tem muito por onde vasculhar. Se calhar pela perspectiva que propõe ser precisamente outra - "é difícil, assumo a minha dor, assumo o meu vazio, mas não deixo que ele me condicione a esperança" - consegue que as pessoas se revejam mais na sua escrita. Até porque mais do que o divórcio em si, (as discussões, as partilhas, as conversas, os rumores...tudo isto nunca foi assunto de post aqui) a temática conduz-nos à reflexão sobre as relações humanas, sobre as suas dificuldades, sobre aquilo que somos e deixamos de ser porque decidimos, um dia, mostrar o nosso avesso a alguém.
Obrigada por se dar a conhecer. Continue.

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog