Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Gata Christie


Sexta-feira, 16.06.17

Nhom Nhom

Descobri há relativamente pouco tempo que cozinhar é uma das melhores terapias do mundo. Passo cada vez mais tempo na cozinha, sou feliz a experimentar receitas e a preparar comidas elaboradas, com tempo (não sou lá muito feliz a ter que fazer todos os dias, à pressa, depois de uma jornada de trabalho, jantares sem graça nem molhos para os meus filhos esquisitinhos, mas adiante). É também por isso que admiro a Joana. Pela alegria que ela tem a cozinhar. Mas, sobretudo, admiro a Joana Barrios pela sua liberdade, pela capacidade de ser exactamente como quer ser, sem ligar a estereotipos, ao que os outros possam dizer, a preconceitos. 

Foi um prazer enorme conhecê-la de perto (e descobrir que é alentejana!). A conversa que tivemos, a propósito do seu livro de receitas, Nhom Nhom, foi publicada no domingo na revista Notícias Magazine e pode agora ser lida AQUI.

28098913_GI29052017DIANAQUINTELA010_WEB.jpg

A fotografia é da Diana Quintela/ Global Imagens.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 09:31

Segunda-feira, 10.04.17

A pretexto de uma açorda

DSC_0948.JPG

A pretexto de uma açorda juntaram-se 14 colegas de curso e suas famílias num monte em Reguengos de Monsaraz. A pretexto de uma açorda, e aproveitando as férias da Páscoa, houve quem viesse dos Açores e houve quem viesse de Londres. Vieram amigos próximos, amigos distantes, gente que não se via há mais de 20 anos, gente de quem eu já não me lembrava. Era, à partida, o grupo mais improvável. Mas se há sítio bom para fazer amigos ou para retomar amizades antigas é à volta de uma mesa, com uma poejada com feijão e bacalhau, ovos com espargos, ovos com silarcas, favinhas, muitos queijos, pão maravilhoso e, claro, a prometida açorda de alho. Vinhos da terra. E até um gin produzido ali bem perto. Chegámos a ser 21 adultos à mesa, 16 crianças e dois cães. Conseguem imaginar? A Márcia e o Zé, nossos anfitriões, receberam-nos com uma generosidade e uma alegria enormes (a trabalheira que devem ter tido a preparar aquilo tudo). Visitámos a adega de Reguengos e a Herdade do Esporão, fomos passear a Monsaraz, houve quem molhasse os pés no Guadiana ao entardecer, houve quem se atrevesse numa moda alentejana. E conversámos e gargalhámos. Havia mesmo muita conversa para pôr em dia. E enquanto isso, os miúdos brincaram na terra, andaram de tractor, correram atrás das galinhas, ficaram bronzeados do ar do campo.

A pretexto de uma açorda, passámos um fim-de-semana mesmo bom. Longe de tudo. Sem pensar na vidinha. Só a aproveitar as coisas boas da vida. E esta felicidade de estarmos uns com os outros. 

Nem eu sabia, mas estava mesmo a precisar disto.

DSC_0840.JPG

DSC_1023.JPG

DSC_1056.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 18:02

Segunda-feira, 13.06.16

O que faz uma mãe um fim-de-semana inteiro quando não está com os filhos?

20160610_111106.jpg20160611_144045.jpg

20160610_234444.jpg20160611_002637.jpg20160611_142521.jpg

20160611_160003.jpg20160611_163223.jpg20160611_211935.jpg20160611_235928.jpg20160612_123941.jpg20160612_133028.jpg20160612_134244.jpg20160612_163158.jpg20160613_120947.jpg20160613_141059.jpg20160613_154042.jpg

Walking, not running. Uma peça de teatro para esquecer. Deixem o pimba em paz com a Cris no Terreiro do Paço. Um gin com música ao vivo. Um filme chinês: Regresso a Casa. Cerejas. Uma comédia romântica: Trainwreck. Mojitos com vista sobre a cidade. Um cheirinho a santos populares. Andar descalça. Comer pizza, ir à praia e dar gargalhadas com amigos bons. Caminhar um bocadinho mais. Futebol. Requeijão com doce de abóbora e um livro novo.

E ainda: não fazer nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 19:12

Domingo, 10.04.16

Domingos assim

cake2.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 18:55

Domingo, 22.11.15

A terapia do costume

Os meus amigos, cozinhar, dançar, dar abraços, o sol, mesmo que em doses pequenas e mesmo com frio. A terapia do costume. É preciso tão pouco para ser feliz (apesar de pelo meio haver quilos de trabalhos de casa).

IMG_1597.JPGParabéns, João Pedro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 19:51

Domingo, 02.08.15

Contrabando

mulata.JPG

 Dos Açores, trouxe chá Gorreana, comprado na fábrica, e vários pacotes de bolachas Mulata. Claro que podia ter comprado isto tudo no "continente" mas não era a mesma coisa, pois não?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 18:00

Quarta-feira, 20.05.15

Politicamente incorrecto

Os meus filhos comem cereais ao pequeno-almoço.

E agora? Vão chamar a protecção de menores?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 09:54

Segunda-feira, 11.05.15

Pic-nic

Estou numa daquelas fases em que, se pudesse, desistia de trabalhar e dedicava-me só a ser mãe e cozinhar e passar tempo com os meus putos e os meus amigos. É uma coisa que me acontece de vez em quando e com mais frequência nesta altura do ano, em que os dias começam a ficar compridos e o calor pede sandálias e esplanadas e sangria. Por muito que goste do meu trabalho (e de uma maneira geral até gosto) neste momento apetecia-me mesmo era ficar de férias até outubro.

picnic.jpg

no domingo foi assim, num Jardim da Estrela a abarrotar, a malta deitada na relva, a criançada à solta e nós a cantar os parabéns a uma grande amiga. coisa boa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 18:04

Sábado, 25.04.15

O 25 de abril também é isto

Os miúdos dormiram em casa de uns amigos do peito (obrigado, obrigado). O António teve um jogo de futebol. Fomos experimentar os hamburgueres da praça de londres. Não conseguimos encontrar cravos. Já em casa, o Pedro andou a recolher informações sobre a chita, recentemente eleita o seu animal preferido, e o António estudou para o teste de ciências. Jogaram playstation enquanto eu me divertia na cozinha. Olhei a chuva pela janela da cozinha e pareceu-me inverno. O Pedro cantou o Grândola enquanto tomava banho e explicou-me que esta era uma música proibida mas que havia outra, que era uma "música da moda", que também foi um sinal para os militares. Depois do jantar houve wrestling e eu temi pelos móveis da sala e pelos ossos das crianças. Consegui pô-los na cama mesmo a tempo de ver, na RTP2, o documentário sobre os últimos dias das Pide. Emociono-me sempre com as imagens do 25 de abril.

IMG_1098.JPGEste ano não descemos a avenida. A revolução acontece todos os dias. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 23:27

Domingo, 19.04.15

Favas frescas

IMG_1091.JPG

Melhor do que cozinhar para os amigos só mesmo cozinhar com os amigos. A Cecília trouxe as favas - acho que os putos nunca tinham visto favas frescas -, o chouriço e a morcela. Trouxe o sabor a alentejo e a conversa boa. E o nosso almoço de domingo não podia ter sido melhor.

IMG_1092.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 21:52



Pesquisar

Pesquisar no Blog