Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Gata Christie



Quarta-feira, 06.01.16

Tirar a barriga de misérias (outra vez)

Acho que vou transformar isto numa tradição de natal: enquanto as crianças estão de férias, vejo todos os filmes que encontrar por aí, no cinema, na televisão, na internet. Tenho visto tantos filmes, mais antigos e mais recentes, que acho que nem consigo lembrar-me de todos. Dos que estão a ser falados para os Óscares e assim, para além do Mad Max, vi estes:

- A Rapariga Dinamarquesa, de Tom Hooper - a história real é absolutamente fascinante e penso que o filme não consegue captar tudo o que a vida daquelas pessoas foi. O final é apressado (a partir da decisão da cirurgia tudo é muito apressado, aliás) e a última cena era dispensável. Ainda assim, o Eddie Redmayne faz um belo papel e a Alicia Vikander está perfeita naquela mulher forte e luminosa. 

- Creed, o Legado de Rocky, de Ryan Coogler - surpreendentemente bom. Grande Sylvester Stallone como um pugilista reformado a braços com a idade e a doença. E as cenas de luta não são assim tantas, o que para mim é bom.

- A Ponte dos Espiões, de Steven Spielberg - passa-se na guerra fria e tem espiões, o que são só pontos a favor. De resto, é uma história bem contada, como o Spielberg sabe fazer. Com lamechices e americanices q.b. E o Tom Hanks a fazer de Tom Hanks, para não variar.

- The Revenant, de Alejandro G. Iñarritu - depois do Birdman, confesso que não estava com grande vontade de voltar ao Iñarritu mas ainda bem que o fiz. É mesmo um grande filme e o Leonardo Di Caprio sai completamente do seu registo. Poucas palavras, muita neve. Alguma espiritualidade mas sem exageros (não tenho muita paciência para o blá blá blá existencial do Iñarritu).

- Carol, de Todd Haynes - tão bom, tão bonito, tão vamos acreditar que o amor é possível, sem pressas, sem loucuras. Com  Cate Blanchett e Rooney Mara, lindas cada uma no seu estilo (ainda assim para me apaixonar acho que preferia a Vikander).

Ainda me faltam uns quantos e agora voltei a ficar sem tempo mas acho que já devo conseguir manter uma conversa mais ou menos normal sobre cinema sem falar só dos Mínimos ou da Missão Impossível...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Gata às 22:06


1 comentário

De H. a 09.01.2016 às 13:05

Fui ver a Rapariga Dinamarquesa no fim de semana passado, o filme é mesmo entusiasmante e surpreendente. Adorei! *.*

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog