Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nesta altura do ano lembro-me sempre do conselho do nosso pediatra (que eu adoro) quando falámos sobre as prendas: abra-lhe uma conta no banco e peça aos avós para depositarem lá o dinheiro que iriam gastar em presentes, para já ele só precisa de um tuperware e uma colher de pau. Isto foi dito quando o António era ainda bebé. Numa idade diferente poderíamos substituir o tuperware por algo tão simples como uma bola ou uma corda de saltar ou, como defendem alguns, um pau. As crianças ficam felizes com poucas coisas e com coisas simples. E também nos cabe a nós ensiná-los a descobrir a felicidade nessas coisas. Sobretudo nas coisas que não sejam electrónicas. É sempre melhor uma tarde passada no parque do que uma tarde no sofá. Acredito profundamente nisto.

publicado às 12:19


2 comentários

Imagem de perfil
Acredito nisso e defendo isso. O problema é que há sempre mil tios e amigos a encherem os miúdos de presentes. Eu praticamente não dou presentes aos meus filhos.

http://osmeusosteusosnossos.blogs.sapo.pt/
Sem imagem de perfil

Alexandra 03.12.2013

que razão! e tanta coisa que temos por aqui por Lx e arredores: excelentes praias que no Inverno dão para imensas actividades, paredões e ciclovias para patins e bicicletas, vários parques, serra de Sintra e Arrábida, muitas actividades culturais em museus e tanta coisa grátis inclusive... E com o Outono que temos tido cheio de sol!
Há que ter vontade de sair do safá, isso sim!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor