Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O primeiro problema é este: o melhor filme que vi este ano já tinha estreado em 2012, 'Amor', de Haneke. Não há nada que se compare a isto.

 

O segundo problema é este (e é um problema que já se arrasta há vários anos e não tem solução à vista): vou pouquíssimas vezes ao cinema. Não tenho muito tempo e quando tenho tempo nem sempre me apetece ir ao cinema, pode simplesmente apetecer-me ficar sem fazer nada. Que isso não seja impedimento para o balanço que se impõe nesta altura do ano:

 

Os melhores:

'00:30: Hora Negra'

'Guia para um final feliz'

'Antes da Meia Noite'

'Blue Jasmine'

 

Os que gostei bastante:

'Amigos improváveis' (estreou em 2012)

'Seis sessões'

'O mentor'

'Efeitos secundários'

'Springbreakers - Viagem de Finalistas'

'Desligados'

 

Os que gostei:

'As voltas da vida' (estreou em 2012)

'Celeste e Jesse para Sempre'

'Monstros: A Universidade'

'Bling Ring:o gangue de Hollywood'

'Como um Trovão'

'Capitão Philips'

 

Os que não gostei:

'A Última vez que vi Macau', de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata

 

Vi mais uns quantos filmes, com os miúdos ou em trabalho ou na televisão, mas eram tão maus que nem me lembro deles.

Não vi, mas tenciono ainda ver, no cinema ou em casa, pelo menos estes:

'Frances Ha'

'Hannah Arendt'

'A Vida de Adèle'

'China: um toque de pecado'

 

Tags:

publicado às 14:44


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor