Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não me lembro de me lerem histórias quando eu era pequena. Pode ter acontecido, quando eu era mesmo mesmo mesmo pequenina, mas não me lembro. Porém, sempre houve muitos livros lá em casa, livros para todas as idades e de todos os géneros, e sempre lemos muito, desde miúdas. O meu pai lê bastante, aprendemos com ele a gostar de livros, de comprar livros, de ter livros, de ler. Gostamos de ler ainda hoje. É preciso dizer isto porque, hoje em dia, parece-me que os pais sentem que ler livros aos filhos é uma obrigação tão importante quanto dar-lhes comida ou cortar-lhes as unhas. E não é. Pensam "tenho que lhes ler livros para eles crescerem e gostarem de ler". Mas não é assim que funciona. Há outros caminhos. E há outros factores a ter em conta. Ler livros aos filhos é só uma coisa entre muitas coisas que podemos fazer com eles.

Dito isto, tenho que dizer que leio livros aos meus filhos desde muito cedo, desde antes de eles saberem sequer falar. Porque não sei contar histórias sem ser a ler. Porque, como todos os outros pais, queria que eles se habituassem a mexer em livros e aprendessem a gostar de ler. E porque me dá jeito. Temos uma vida muito agitada e encontrámos no momento de ler um (ou mais) livro antes de dormir o nosso momento de acalmar ao fim do dia, de nos aconchegarmos uns nos outros e partilharmos uma história. Depois tornou-se uma rotina. Passaram a ser eles a pedir. A gostar daquele momento e a ter o prazer das histórias.

Uma coisa que uma mãe aprende quando começa a ler livros às crianças é que há muitos livros que são muito maus. Mesmo. Mal escritos. Com histórias sem sentido. Sem graça. É muito difícil encontrar bons livros para crianças. Podemos ir ler as descrições das editoras, mas uma coisa é aquilo que a editora diz sobre o livro (sempre maravilhas), outra coisa é aquilo que o livro efectivamente é. O melhor mesmo é ir às livrarias, procurar os livros, folheá-los e, de preferência, lê-los antes de os comprar (raramente o fiz mas muitas vezes me arrependi de não o ter feito, há livros que parecem tão bonitos e depois...). Também ajuda ir ver a opinião de pessoas que saibam do que estão a falar, como por exemplo a Sílvia, a Carla ou a Rita.

Depois, é bom perceber que livros é que cada miúda gosta. Há uns que gostam mais de dinossauros, outros de histórias de príncipes, há os que preferem livros com aviões, outros com lobos maus. E outra coisa que temos que aprender rapidamente é que existe uma diferença enorme entre os livros que nós lhes queremos ler e os livros de que eles na verdade gostam. Há livros extraordinários, lindos, maravilhosos, de autores famosíssimos, e, depois, pode acontecer os miúdos pegarem neles e não lhes acharem piada ou não perceberem ou lerem uma vez e não quererem mais. Pode acontecer. É preciso não desistir. Não ceder à tentação de lhes dar só as porcarias que eles querem. Mas é preciso ceder de vez em quando. Fazer uma negociação. Hoje lemos este que tu escolheste, amanhã vamos ler este que eu escolhi. E depois tentarmos seduzi-los com as nossas leituras. Muitas vezes resulta. Outras vezes não.

Nós, cá em casa, vamos lendo. Umas vezes mais, outra vezes menos. Umas vezes umas coisas mesmo giras, outras vezes uns livrinhos sem ponta por onde se lhe pegue que eles insistem em ler todas as noites. Umas vezes com mais entusiasmo, outras vezes obrigado (o mais velho, claro, que já está noutra fase). Mas vamos lendo e isso já é alguma coisa. (Espero eu)

publicado às 22:27


1 comentário

Sem imagem de perfil

Alexandra 17.12.2013

o meu filho já tem 14 e claro que há muito que lê sozinho, mas eu tb lhe lia desde muito pequeno. era o momento da magia das histórias e um bom momento a dois.
se há coisa que gosto é de livros para crianças porque adoro as ilustrações - at+e mais do que as histórias. Obrigada pelo link para os sites da Sílvia, Carla e Rita, desde já nos meus Favoritos

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor