Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Decidi experimentar ao Pedro o fato de super-homem que era do António. Com dois anos, antes de descobrir o homem-aranha, o António teve uma paixão enorme pelo super-homem e aquele fato, comprado pela avó numa loja de chineses, foi usado muitas vezes, não só no carnaval, com o puto a saltar por todo o lado de braços esticados e a segurar a capa vermelha como se fosse voar. O Pedro nem por isso. Obediente, lá vestiu o fato e ficou a olhar para mim muito sério até que desatou a choramingar e a puxar as mangas, furioso, para tirar aquilo. Está visto que este meu filho que lança beyblades pela casa e até já sabe mexer na playstation não faz a mínima ideia de quem é o super-homem. Ups.

Tags:

publicado às 12:41


Mais sobre mim

foto do autor