Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Saímos de casa no sábado, 13 de Agosto, pouco depois do meio-dia. Voltámos no domingo, 4 de Setembro, passava das 20.30. Não interessa quantos dias estamos fora, as férias são sempre curtas de mais. E, mesmo com o tempo manhoso que esteve e com mais uns quantos stresses pelo meio, nada é melhor do que estar de férias e ver os meus pimpolhos tão crescidos e bronzeados a brincar o dia inteiro. Sem jogos de video, sem internet, quase sem televisão. Com pranchas de surf. Muitos mergulhos. Praias e piscinas várias. Pés ao léu. Gin tónico e sangria. Tampões nos ouvidos do Pedro. Uma pequena-grande viagem de comboio. A praia ao fim do dia. Como treinar um dragão muitas vezes, muitas. Estar com os amigos. Partilhar momentos inesquecíveis. Comer. Beber. Gargalhar.
E voltar.

publicado às 12:32


Mais sobre mim

foto do autor