Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MATEUS_287_final.jpgEstava a trabalhar no domingo, e além disso estava podre pois tinha tido uma festa de arromba na noite anterior, mas não podia faltar ao Baby Shower do Baby M., não é? Dei uma escapadinha até lá. Cheguei atrasada e nem uma hora lá estive, não bebi a limonada nem provei os doces, mas dei um monte de beijinhos à Sónia. Minha querida e corajosa amiga, mereces isto e muito mais.

(na foto, com olheiras mas sempre a sorrir, com a Inês e a Sónia)

 

Tags:

publicado às 20:11

28
Out14

Está quase

Eu não disse que a música iria ficar melhor à medida que nos aproximamos do fim de outubro? Então, nestes últimos dias ouvimos:

15 - 'Dance Tonight', Paul McCartney

14 - 'Dancing in the dark', Bruce Springsteen

13 - 'Dancing queen', Abba

12 - 'Baila comigo', Rita Lee

11 - 'You make me feel like dancing', Leo Sayer

10 - 'Dancemos no mundo', Sérgio Godinho

9 - 'Everybody dance', Chic

8 - 'I'd rather dance with you', Kings of Convenience

7 - 'Private dancer', Tina Turner

6 - 'Ela é dançarina', Chico Buarque

5 - 'Dancing in the street' - Mick Jagger e David Bowie

4 - 'Pista de dança', Adriana Calcanhotto

Estão prontos para o top3?

publicado às 17:53

Estava a ver o caderno de inglês do António, encontro um erro e chamo-lhe a atenção, para que ele emende.

- Oh mãe, mas eu copiei do quadro.

- Deves ter copiado mal...

- Não mãe, copiei como estava no quadro.

- Não, António, não devia estar assim no quadro.

- Como é que sabes? Estava assim, era assim que estava.

- Oh António, não podia estar assim. Deves ter-te enganado a copiar.

- Mas estava. Lembro-me perfeitamente que era assim que estava no quadro.

- Ok, então o professor enganou-se. Está mal e tens que mudar.

- Mas foi assim que o professor escreveu.

- Mas está mal.

- Como é que sabes?

- Sei. Agora escreves como deve ser, está bem?

O diálogo continuou. Tive que procurar no livro uma frase parecida para lhe provar que estava certa. Ainda ficámos ali um bocado, eu a explicar-lhe como era, ele a resistir. Até que, resignado, o rapaz emenda o erro. Mas com cara de poucos amigos. Com cara de "eu faço como tu queres mas tu não tens razão". Livra. Imagine-se quando for uma discussão sobre algo verdadeiramente importante.

Tags:

publicado às 09:27




Adriana Calcanhotto

publicado às 01:00


Mais sobre mim

foto do autor