Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O bom do verão - não me canso de dizê-lo - é que o tempo livre é realmente livre. Não ter horários nem obrigações, seja por um dia ou apenas por umas horas ao fim da tarde, é como ter pequenos momentos de férias mesmo quando eu ainda não estou de férias. Por exemplo, nas folgas. Acordar sem despertador e passar a manhã na ronha. Sem trabalhos de casa (até fico emocionada com isto, pá). Ir ao cinema ver os Mínimos (vão, vão que é mesmo divertido). Ficar no parque naquela hora mágica do entardecer. Deixá-los fazer amigos e correrem livremente. Descalços, a brincar com paus e a sujarem-se todos (que nós não queremos cá totós). Até quererem. Jantar a desoras. Adormecer de cansaço no sofá. São dois dias apenas mas são tão valiosos. 


minimos.jpg

publicado às 21:19


Mais sobre mim

foto do autor