Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Acabei de escrever as minhas lamentações e fui dar uma volta pela internet. No meu facebook e no meu instagram encontro gente no Vietname, na Tailândia, no Japão, nos Açores, gente a conviver no Alentejo, a passear por Lisboa e a apanhar sol na praia, crianças a brincar, amigos que se encontram, em jardins, em exposições, em concertos (agora foi o Mexefest, antes tinham sido o Father John Misty, os Xutos, The National...), a tomar brunches em esplanadas, a beber copos algures por aí.

Definitivamente, estou a fazer algo de errado na minha vida. Algo de muito errado. Só que (a não ser deixar de trabalhar nas folgas, como aconteceu no domingo passado e voltou a acontecer este sábado, sem qualquer compensação, o que me desarranjou completamente a agenda) não tenho a mais pequena ideia do que poderei mudar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:19

26
Nov17

Rame-rame (2)

Precisava de mais horas na minha vida. Estas não me chegam. Para trabalhar, para tratar da casa e ir às compras e preparar as refeições, para os treinos e jogos de futebol, para as aulas de bateria, para os trabalhos de casa, para ajudar os miúdos a estudar para os testes (esta semana, quatro dias de aulas, o Antonio vai ter quatro testes e o Pedro dois; na próxima semana, mais quatro dias de aulas, cada um deles tem três testes) - e eu a trabalhar aos fins-de-semana, sem maneira de me escapar, este que passou, o outro que aí vem, eu estourada, a adormecer todas as noites no sofá, embrulhada na manta, nem um filme consigo ver. Precisava de mais horas na minha vida, porque também precisamos de tempo para descansar e para passear e para não fazer nada, e não temos tido nada disso. Já nem digo tempo para mim, mas tempo para nós, para nos lembrarmos como gostamos uns dos outros e como é não estarmos sempre a implicar e a discutir, vai arrumar a roupa, vão tomar banho, desliga o telefone, vai estudar, venham para a mesa, despachem-se. Precisava mesmo de mais horas na minha vida.

Precisava de tempo. Para viver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:16


Mais sobre mim

foto do autor