Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vinda de um pequeno (pequeníssimo) período de férias, tinha planeado vir aqui falar-vos das maravilhas da vida ao ar livre, das bicicletas e das praias fora de tempo ou, então, para algo menos lamechas, insurgir-me contra a falta de moral e de vergonha na cara que impera neste país de doutores corruptos, mas eis que, enquanto me actualizava pela blogosfera, me deparei com um texto, uma espécie de texto, uma coisa escrita pelo director do sol e começou-se-me a dar uns calores logo no primeiro parágrafo e quanto mais lia mais me agoniava e eu já nem sei se me surpreende mais o tom com que fala da namorada do primeiro-ministro se as alarvidades que diz sobre os homossexuais, se me incomoda mais a estupidez ou a ignorância, se aquela de os filhos adoptados não são exactamente iguais aos outros ou a historieta fantástica do menino que via-se logo que era maricas pois em pequenino só queria brincar com tachos. A sério. Há muito tempo que não lia uma coisa assim tão absurda e ao mesmo tempo tão revoltante. Acho que preciso de mais uns dias de férias para recuperar disto...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor