Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



21
Jan08

Pierre Cosso

 

Foi o meu primeiro ídolo. Apareceu numa série de televisão falada em italiano chamada 'Cinderella dos anos 80', que dava na RTP1, aos fins de semana depois do almoço. E aparecia também na 'Bravo', a revista alemã da qual eu recortava fotografias para colocar nos cadernos e posters para a parede. Pierre Cosso foi o meu primeiro ídolo. Tinha os olhos azuis e um penteado foleiro - mas não éramos todos foleiros nos anos 80? Desde então, pergunto a todas as raparigas da minha idade se se lembram dele e nunca ninguém se lembra. Quem? Cheguei a duvidar da minha sanidade. Terei sonhado com este tipo a andar de lambreta? Fui salva pela internet. Pierre Cosso existiu mesmo - ainda existe, tem mulher e filhos, barba de três dias e um ar bastante mais aconselhável agora que já passou dos 40 (os homens têm essa sorte, a idade joga geralmente a seu favor). Não se tornou um actor famoso nem consta que tenha feito nada de muito importante na vida. Mas para mim basta este dueto com Bonnie Bianco. 'Stay'. Vejo isto agora e delicio-me com os penteados, as roupas, a musiquinha, os olhares melosos. A adolescência é um lugar estranho. Eu sabia esta letra de cor. Mais assustador: ainda sei.

publicado às 11:46


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor