Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



01
Mai20

Depois da vida

Fartei-me de chorar a ver a segunda temporada de After Life. A primeira temporada já tinha sido de partir o coração, mas acho que esta é ainda mais devastadora. Tony (Ricky Gervais) já não está naquele estado de desespero de não querer continuar a viver sem a mulher (bom, pelo menos na maior parte do tempo), mas também já percebeu que a tristeza não vai passar, portanto trata-se de tentar aceitar que esta é a sua nova condição. A vida continua, seja como for, ainda que nós não façamos nada para isso. As pessoas à volta de Tony podem ser um "bunch of losers" mas são elas que lhe permitem encontrar algum sentido nos dias que passam, uns a seguir aos outros, entre as saudades e a enorme solidão. 

Não tenho visto muitas coisas mas durante a quarentena vi mais duas séries muito boas, também na Netflix:

- Unorthodox, sobre uma rapariga que sai de uma comunidade judia ultra-ortodoxa (escrevi sobre ela AQUI, se gostaram de Shtisel acho que vão gostar mais desta);

- Unbelievable, que nos coloca numa investigação criminal a um violador em série, mas de uma maneira bastante realista, muito longe dos CSI do costume, e que nos mostra de maneira brutal como é que algumas vítimas (mulheres) são tratadas nestes casos.

publicado às 16:38


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor