Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Acabaram os exames do 4º ano e a única coisa que me ocorre dizer é que ainda é preciso mais, muito mais, para recuperar de todos os males que se fizeram à educação (em geral, e à escola pública, em particular) nestes últimos anos em Portugal. Ainda esta semana, enquanto o meu filho mais velho decorava os nomes dos instrumentos e as técnicas de trabalhar a madeira, sem nunca ter pegado num serrote ou lixado um taco (e eu a lembrar-me das aulas de trabalhos manuais do meu tempo) e enquanto o meu filho mais novo, sete anos apenas, ainda a aprender os cinco sentidos e a ver a horas, se debatia com o conceito de recta e semi-recta e recta de suporte com As e Bs a confundirem-se na sua cabeça (e quem o pode criticar?), ainda esta semana pensava nisto, em como estragámos a escola e, pelo caminho, andamos a estragar a relação das crianças com a escola.

Acabaram os exames do 4º ano mas ainda há muito por fazer.

Sobre os exames já escrevi aqui, aqui, aqui e aqui

publicado às 10:13


3 comentários

Imagem de perfil

Lila 28.11.2015

Concordo a 100%. Tenho esperança que acabem tambem com os de 6º ano e que de uma vez por todas se redefinam os parametros de educação das nossa crianças.
Estamos tão atrasados nesse aspecto!!!
Imagem de perfil

Maribel Maia 30.11.2015

Parece-me que um dos problemas das escolas atuais é que, enquanto toda a sociedade evoluiu, a escola permanece igual, ano após ano.... mesmo que as profissões, as ideias e os conceitos tenham já alterado....
Escrevo sobre isso no meu Blog, convido a ler e a escrever também a sua opinião que será, certamente, bastante importante!
Sem imagem de perfil

Ana 08.12.2015

Muito mesmo. Falta pensar primeiro nos alunos e nas suas necessidades.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor