Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



15
Dez15

Fugir

Já o disse várias vezes. O Baby Blues é uma pequena maravilha. São tiras diárias (que depois dão origem a livros e estão publicados em Portugal) que acompanham a vida de uma família. Primeiro um casal, depois nasce a primeira filha, a Wanda decide ficar em casa a tomar conta da criança, o furacão que isto representa nas suas vidas, e a seguir nasce o rapaz e, quando já nada o fazia esperar, vem mais uma menina. Cada criança tem a sua personalidade muito vincada e quem tem filhos irá identificar-se com tantas situações, tantas, que às vezes desconfiamos que o Rick Kirkman e o Jerry Scott (os autores) andam a espreitar a nossa casa sem que nós saibamos. E outra coisa deliciosa é ver os miúdos a crescerem, algo que não costuma acontecer nas bandas desenhadas. Neste momento, a Zoe já é uma menina a caminhar para a adolescência, o Hammie continua a ser um puto imparável (faz-me lembrar tanto os meus) e a Wren está a aprender a falar. O Darryl e a Wanda lá vão sobrevivendo neste turbilhão. Um pouco como nós fazemos, todos os dias. Por exemplo, assim:

babyblues.gif

Era isto, exactamente isto que me apetecia agora, enfiar-me debaixo do cobertor e, por favor, não me digam nada. 

Já tinha falado do Baby Blues: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

publicado às 09:19


3 comentários

Sem imagem de perfil

Alexandra 15.12.2015

entendo. hang in there que isso passa
Imagem de perfil

Chic'Ana 15.12.2015

Não conhecia! Bastante engraçado!
Sem imagem de perfil

LopesCa 22.12.2015

Adoro essas tirinhas :)

Blog LopesCa (http://lopesca.blogspot.pt/) | Facebook  (https://www.facebook.com/LopesCa.Blog)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor