Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"A maior parte das salas das chamadas 'sociedade de educação e recreio' não oferecem o mínimo de condições higiénicas, estando algumas instaladas em verdadeiros tugúrios onde o povo acorre em busca deste género de divertimentos. (...) As danças modernas, pela sensualidade melíflua ou descongestionada dos seus acordes, são inteiramente imorais, e a execução e circunstâncias que as rodeiam demonstram à sociedade que o baile - hoje mais do que qualquer época - é um instrumento de perversão. A atmosfera sensual que se respira, a impudícia das vestes femininas, o cúmplice afrouxamento das luzes, a irresponsabilidade do aglomerado, propiciam a evasão, criando um estado de passividade favorável a influências deletérias."

Luís Filipe Mimoso Reis, "Os Costumes e os Bailes" in Boletim de Acção Católica, junho de 1953, citado no livro que ando a ler.

publicado às 11:20


1 comentário

Sem imagem de perfil

rita maria 19.05.2015

Não devíamos deixar desaparecer essa expressão deliciosa, "influências deletérias". Vou tentar começar a usá-la regularmente...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor