Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



18
Mar14

Let it be (4)

A vida resolve-se sozinha, diz a Catarina. Eu não tenho assim tanta certeza que a vida se resolva sozinha mas cada vez mais me convenço que perdemos muito (demasiado) tempo a pensar em problemas que não podemos resolver, que não estão nas nossas mãos. Demasiado tempo a olhar para trás e para a frente em vez de desfrutarmos o agora. Demasiado tempo a sofrer por algo que não vale a pena. Demasiado tempo a ter pena de nós próprios e a achar que somos as pessoas mais infelizes do mundo. E não somos. Por isso, o melhor que temos a fazer é aproveitar as coisas boas que a vida nos dá. Porque há sempre alguma coisa boa, basta olhar com atenção. O melhor que podemos fazer por nós é aceitar o que a vida nos dá (mesmo o que não é bom) e continuar em frente. Pôr de lado as pessoas que nos fazem mal e abrir os braços às pessoas que nos fazem bem. Viver o presente e aproveitá-lo bem. Dar muitos abraços aos nossos. E se fizermos isso talvez a vida não se resolva sozinha, talvez os problemas continuem lá, talvez o futuro permaneça incerto, talvez continuem a haver pessoas más, mas certamente que seremos mais felizes. Nem que seja por um dia. Como hoje.

Tags:

publicado às 20:45


1 comentário

Imagem de perfil

Joana 24.03.2014

A vida é tão curta para perdermos tempo a sermos infelizes. Por vezes coisas tão simples como a força de vontade fazer milagres e fazem-nos ver o mundo com outros olhos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor