Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Várias pessoas têm comentado a nossa "peculiar" (chamemos-lhe assim) selecção cinematográfica durante a quarentena. Na verdade, embora não pareça, isto tudo nasce de um daqueles típicos sentimentos de culpa de mãe. Como os putos passam o dia inteiro entregues à playstation e ao telemóvel, eu instituí uma regra que é: depois de jantar não há jogos para ninguém e vemos televisão juntos - o que, não sendo bom (eu sei, eu sei), sempre dá para variar um bocadinho. Esta regra é sobretudo para o Pedro, que é mais novo, e por isso é ele que escolhe os filmes, de entre os que estão disponíveis nos muitos canais que temos. É por isso que um dia sai um filme de animação e noutro uma xaropada de tiros. O António fica ali no sofá a ver cenas no telemóvel e se o filme lhe interessar acaba por se juntar a nós. E eu, que bem preferia estar a ver alguma coisa melhor, lá tenho que gramar o Robocob e o Segurança do Shopping, sem pegar no telefone (é a regra, só nos intervalos) e fazendo comentários e tal que é para fazer disto uma "actividade em família". Isto, se não adormecer pelo meio, claro.

Claro que eu podia escolher uns filmes melhores mas... não me apetece. A vida já está tão complicada como está. Quando aterro no sofá só quero mesmo não pensar em nada.

Agora a sério, os filmes têm sido péssimos mas até têm sido uns serões bem fixes.

publicado às 09:59


2 comentários

Imagem de perfil

Patrícia Caneira 08.04.2020

Por aqui já somos todos adultos, mas escolhemos uma série para ver todos os serões, também sem telemóveis, tem sido uma boa quarentena!
Imagem de perfil

Maria Oliveira 08.04.2020

Também adoptei rotinas cinéfilas com filmes lindíssimos , que vemos no youtube, desde os clássicos ingleses, como a Emma,o orgulho e preconceito, filmes indianos, turcos, iranianos, russos... a maioria deles dublados em espanhol , (não temos a netflix), mas compreende se bem e são realmente fantásticos para adolescentes,jovens e adultos (como estrelas na terra, OKJA, a grande sedução, a sociedade literária da tarde da casca da batata, Requisitos para ser uma rapariga normal...);

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor