Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



18
Fev20

Refugiados

Debaixo do Céu é um documentário de Nicholas Oulman sobre judeus que, por causa das políticas nazis, fugiram da Alemanha (ou da Bélgica ou da França ou da Holanda) e se tornaram refugiados. Todos eles acabam por, em algum momento, passar por Portugal. É engraçado saber o que eles acharam do nosso país, mas isso não é de todo o mais importante aqui. O mais importante é ouvir os seus testemunhos sobre a guerra e sobre o holocausto. Eram crianças e jovens, viviam a sua vida tranquilamente, iam à escola, tinham amigos. E de repente passaram a ser o inimigo. Tiveram que fugir, uns com os pais, outros com os irmãos. Tão novos e já a lutar por sobreviver. E a tentar entender o mundo.

É um filme contado pelos sobreviventes, agora já idosos, e por isso cheio de memórias imprecisas, de pequenos detalhes, de perguntas sem resposta.

E é também um filme que nos faz pensar no mundo de hoje. Nos refugiados que todos os dias tentam atravessar o mar e chegar à Europa. No que os faz correr o risco de uma viagem que tantas vezes acaba em morte, sem saberem o que vão encontrar. 

Debaixo do Céu está a passar por estes dias no canais Tv Cine. 

 

Já agora, também vi, nesta última semana:

- um documentário sobre Eduardo Prado Coelho, que passou na RTP2. Vale a pena porque EPC era, de facto, uma figura fascinante. Mas soube-me a pouco. Falta-lhe ali aquele rasgo que fazia de EPC um intelectual muito diferente dos aborrecidos professores universitários seus contemporâneos. Formalmente, também é um documentário muito certinho, muito by the book.

- e os dois episódios de Nós, Portugueses: nascer para não morrer (Fundação Francisco Manuel dos Santos/ RTP1), que são um bom ponto de partida para reflectirmos nos problemas demográficos (e, consequentemente, sociais, económicos, ambientais) que enfrentamos. É um trabalho muito bem feito, que ouve muitos especialistas mas nunca é demasiado especializado. Fiquei com vontade de mais, gostaria que tivesse talvez ido mais longe. Mas é de facto um documentário para o prime time e para o grande público - e nesse sentido cumpre os seus objectivos. Na minha opinião abusa um pouco dos drones, mas, pronto, não é grave.

publicado às 12:04


Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor