Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Gata Christie


Sexta-feira, 03.08.18

Da falta que um homem faz (17)

O que eu aprendi nestes últimos anos:

Que não é fácil conhecer pessoas novas.

Que não há assim tantos homens interessantes.

Que não é fácil começar uma relação quando se é mãe a tempo inteiro.

Que às vezes há pessoas que parecem as certas e têm tudo a ver e cumprem todos os requisitos mas... falta aquela coisa básica que é a química.

Que às vezes há pessoas que não têm nada a ver e está na cara que não vai dar certo mas... porra, que vontade de lhe dar beijos.

Que às vezes há pessoas que surgem na nossa vida na hora errada. Pode mesmo ser uma questão de timing.

Que sexo é bom mas não é indispensável.

Que um homem faz mesmo falta é para dar atenção e miminhos e essas lamechices todas.

Que não é fácil ser feliz sozinha. É muito difícil até.

Mas que não estou disposta a aceitar qualquer coisa só para ter companhia. Nem estou disposta a abdicar da minha liberdade nem dos meus princípios nem de outras pequenas e grandes coisas que fui conquistando.

Que não vale a pena procurar.

Que o que tiver que ser será.

E se não acontecer nada, paciência. Vamos ter que aprender a viver com isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 16:03

Quarta-feira, 23.05.18

Da falta que um homem faz (16)

A parte pior de um dia em que te sentes a pior mãe do mundo é quando te sentas no sofá ao serão e não há ninguém que te diga que és fantástica, mesmo que seja mentira.

(eu odeio mentiras, mas há dias em que gostava mesmo de ouvir umas quantas)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 23:41

Segunda-feira, 01.05.17

Da falta que um homem faz (15)

Alguém que me conduza. 

(estou mesmo fartinha de conduzir)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 22:21

Segunda-feira, 28.11.16

Da falta que um homem faz (14)

Aquecer a cama quando chega o inverno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 23:45

Sexta-feira, 23.09.16

Da falta que um homem faz (13)

morrerdeamor.jpgEncontrei esta imagem aqui e não resisti. Eu acho que todas nós merecemos um príncipe encantado, só que também acho que não devemos ficar sentadinhas à espera dele. É continuar vivendo e lutando e fazendo. Sem depender de ninguém. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 16:44

Quarta-feira, 26.08.15

Da falta que um homem faz (12)

- Oh mãe, o que é e para que é que serve exactamente a embraiagem?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 19:47

Domingo, 28.06.15

Da falta que um homem faz (11)

Arrumar a bagageira do carro antes de irmos de férias.

Fico cansada só de imaginar a quantidade de vezes que vou ter de subir e descer naquele elevador, primeiro, para tirar as trotinetes, patins e skates que estão no carro e, depois, para levar todas as nossas malas e malinhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 22:19

Sexta-feira, 01.05.15

Da falta que um homem faz (10)

 "If you ever need someone to cry to
If you ever need someone to hold you

I will be there
Standing by your side
I will be there
Standing by your side

If you ever need someone
To just love you
If you ever need someone
To simply adore you

I will be there
Standing by your side
I will be there
Standing by your side

From the mountains to the sea
And the city
From the valleys to the moon
In every country

I will be there
Standing beside you
I will be there
Standing by your side

I will be there"

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 23:48

Terça-feira, 10.02.15

Da falta que um homem faz (9)

Isso. Exactamente isso em que estão a pensar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 09:37

Segunda-feira, 20.10.14

Da falta que um homem faz (8)

Uma pessoa abraça um filho que chora com uma ferida na cabeça. E abraça outro filho que chora de preocupação pelo mano. Uma pessoa faz-se de forte, porque tem de ser, percorre corredores ocupados por velhotes em macas, ignora as gotas de sangue na blusa branca, desenha letras para a criança ler enquanto espera a sua vez, ta-pe-te, po-te, pa-to, encara a ferida e finge que não é nada, fala baixinho enquanto a médica dá quatro pontos na testa, e chega a casa, exausta, depois de um serão passado nas urgências de Santa Maria, distribui miminhos e põe os miúdos na cama. E quando finalmente tudo termina e a casa fica em silêncio esta pessoa também precisava de um abraço e de alguém que lhe dissesse que vai correr tudo bem.

 

(sim, está tudo a correr bem, não há motivos para preocupações. e felizmente não estávamos sozinhos, estávamos com amigos que cuidaram de nós. sou uma sortuda. no meio da atrapalhação que é esta minha vida, e das várias tropelias em que os meus filhos se metem, tenho uma sorte imensa. e tenho muitas pessoas especiais na minha vida, com quem posso mesmo contar. nunca me esqueço disto. mas às vezes, só às vezes, precisava de um pouco mais.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Gata às 11:11



Pesquisar

Pesquisar no Blog  




Mais sobre mim

foto do autor